Quem sou eu?

Minha foto
Descubra-me depois que adentrar na minha poética.

sexta-feira, 26 de abril de 2013

BOLA VERMELHA DE FOGO AMARELO

A música tocou azul
e eu surgi amarela
como um amanhecer
agradável.
Amável em teus olhos.

Alaranjei ao entardecer

para ver o sol se pôr
e trazer a noite
escura, colorida,
luzente e brilhante.
Ofuscou-me!

No meio da incandescente

escuridão,
fiquei vermelha.
Virei brasa 
ardente, quente.
Queimei-te.
Assustastes?!

Foge, não!

Venha para perto, 
fica amarelo.
Esquenta-te,
acalenta-me.

Vermelha-te brasa!

Ganha asa!
Bola de fogo no céu
para eu brincar
em um dia todo azul.



Bia Crispim

Nenhum comentário:

Postar um comentário