Quem sou eu?

Minha foto
Descubra-me depois que adentrar na minha poética.

segunda-feira, 16 de junho de 2014

SEDUTOR

Pouco me fez
Pouco me deu
Muito me amou
De um jeito só teu
Quando o mundo
Éramos nós

Nós, amarras, grilhões
Abertos e sem carrasco
Mas, sólidos e aprisionadores
Como um canto
De marujo pirata sedutor

Bia Crispim

TU

Efêmera paixão que me faz rir.

Bia Crispim

FLAGRA

Ciúmes evidentes
Dis(fa(r)ces) aparentes
Diz frases incoerentes
E de repente
Tu te tornas transparente
Quando teus olhos
Pousam em mim
 Once-over*

Bia Crispim

*Virar a cabeça em direção a uma pessoa de interesse rapidamente e sorrateiramente (ou descaradamente, se você quer ser óbvio); observar alguém da cabeça até os pés, com olhos eclipsados. Basicamente, se pegar observando alguém que se acha atraente.

INSTANTE

" Quando a luz dos olhos meus/ E a luz dos olhos teus/ Resolvem se encontrar" 
Vinícius e Toquinho

Olho no olho
Brilho
Como poeira de ouro
Em batea de garimpeiro

Corpo no corpo
Fogo
Como toras de lenha
No fogão em brasa

Boca e pele
Carinho e delicadeza
Como água escorrendo fresca
No corpo tépido

O instante de tudo
Se dá tão efêmero
E tão marcante
Tudo num instante

E o inevitável(?) acontece
Em pequenos lances de vida
Em grandes laços
Laços deselaçam

Olho Corpo Boca
Partes de um todo
A ser descoberto
Explorado, decifrado

Quantos mistérios
Quantos medos
Quantas questões
E um instante

Que pode ser ou se desfaz em sonhos
Em brumas e suspiros
Em madornas ao entardecer 
Ou na embriaguez de um copo

Loucura Desejo Segredo
Incontido momento
Que o tempo não apaga
E que num instante está

No olho brilhando e sorrindo
No corpo trêmulo e aquecido
Na boca que teima em não falar
No beijo pueril cheio de pura malícia

Tudo
Num instante

Bia Crispim


 

quinta-feira, 12 de junho de 2014

TODOS OS DIAS

Todos os dias
Sem que tu saibas
Apaixono-me

Pelo que houve
Pelo que ouvi
Pelo que vi

Todos os dias
A memória
Me traz teu cheiro

Cheiro pelas narinas
Desce ao centro, dentro
E me entorpece

Todos os dias
Sem que tu saibas
Amo-te mais

Com mais força
Com mais loucura
E mais silêncio

Todos os dias
Contida
Penso

E rio e choro e cismo
Alegro-me 
E entristeço-me

Todos os dias
Sonho
Horas a fio, acordada

E dormindo me realizo
Em teus braços
Em tuas asas

Todos os dias
Todas as noites
Para sempre ser feliz



Bia Crispim

PÁSSARO SOLTO

Conter o incontível
É querer prender um pássaro
Que sempre fugirá da gaiola.

Bia Crispim