Quem sou eu?

Minha foto
Descubra-me depois que adentrar na minha poética.

domingo, 21 de setembro de 2014

O AMOR NÃO CABE EM SI

A Djavan

Lava
Vulcão
Erupção e fúria
Crisálida
Pulsando
Rompendo asas
Botão
Pétalas abertas
Desabrochando(adas)
Fadas - 

O Amor

Em mim, não mais
A ti, sempre

Incabível
Incontável
Imprevisível

Em si
Impossível
Em mim
Rompendo fronteiras
Em ti
Ainda contenção

Razão?
Amor aprisionado...

Quem pode com a fúria?
Quem pode com as asas?
Quem pode com a primavera?

É tempo de aquecer
De voar
De encher
A vida de pétalas

Bia Crispim

Nenhum comentário:

Postar um comentário