Quem sou eu?

Minha foto
Descubra-me depois que adentrar na minha poética.

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

SETE VIDAS

Sete vidas se foram
Entre dez dedos que
Inutilmente
Tentavam segurá-las (Em vão!)

Zeus, Deus, partiu
Pro Olimpo
Num dia nublado
Em que centenas
De lágrimas
Banhavam a terra
Que receberia
Seu pequeno corpo

Sete vidas se esvaíram
Em pouco tempo
Tempo que os dez dedos
Não foram (não são)
Capazes de reter

Outro ser, Chronos, Senhor
Incontrolável
Deu por findo o tempo
Do pequenino Zeus
Menino com quem
Dividira o sono
Sonho de outro dia
Mais um dia

Sete vidas partiram
E a minha vida ficou menor
Menos doce, menos serelepe
Menos felina
Choro e isso dói

Houve quem lambesse
Minhas lágrimas
Houve quem me seguisse
E se fizesse presente por toda casa
Minha tríade divina
Se desfizera

De Zeus, algumas fotos
Todas as lembranças
O calor do seu pequeno corpo
A maciez de seu negro pelo
E a delícia de ter sido
Gata-mãe até o último momento


Bia Crispim

Um comentário: